Neemias reconstrói os muros de Jerusalém

Lição 6: Neemias Reconstrói os Muros de Jerusalém
Texto Áureo: 
“Nunca mais se ouvirá de violência na tua terra, de desolação ou destruição, nos teus termos; mas aos teus muros chamarás salvação, e às tuas portas, louvor.” (Is 60.18)

Leitura Bíblica em Classe: Neemias 1.1-4; 2.1-9

IntroduçãoPor mais que Deus tenha trabalhado no sentido do povo judeu vindo do cativeiro entrasse para o caminho do avivamento espiritual, não aconteceu como Ele desejava, isto porque, os judeus sempre se comportaram como um povo e dura cerviz. Na restauração do Templo de Jerusalém, como também as suas muralhas, a oposição sempre foi constante no sentido de impedir essas reconstruções. Os judeus conseguiram com muita perseverança concluir as obras, graças à liderança forte de Zorobabel; Esdras e Neemias. Após a conclusão destas obras chegou haver um grande avivamento, com o reinício do cumprimento das leis cerimoniais, mas não por muito tempo. Isto porque os judeus sempre foram um povo de altos e baixos, que se inclinava constantemente a coxear entre dois pensamentos, o que os levava a um fracasso espiritual, que refletia no fortalecimento das oposições inimigas que encontravam oportunidades de subjugá-los. A violência contra os judeus era algo quase que rotineiro dentro das suas fronteiras e a sobrevivência dependia muito enfrentarem os seus opressores com violência e principalmente a dependência de Deus. Assim o fracasso dos judeus foi justamente por negligenciar nos seus compromissos de fidelidade e obediência ao Senhor. Obedecer é melhor do que sacrificar.
1- Quando Deus tem uma missão a ser cumprida, Ele tem a pessoa certa para tal.
Neemias 1.1- As palavras de Neemias, filho de Hacalias. E sucedeu no mês de quisleu, no ano vigésimo, estando eu em Susã, a fortaleza, Neemias 1.2 – que veio Hanani, um de meus irmãos, ele e alguns de Judá; e perguntei-lhes pelos judeus que escaparam e que restaram do cativeiro e acerca de Jerusalém. Neemias 1.3 – E disseram-me: Os restantes, que não foram levados para o cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo, e o muro de Jerusalém, fendido, e as suas portas, queimadas a fogo.

Deus tem missões para todos nós, mas em determinadas missões é preciso ter qualificação para tal, para que a missão seja bem sucedida. Neemias que servia como copeiro e mestre de cerimônias do Rei, em certo dia recebe uma comitiva vinda de Jerusalém liderada por Hanani, o qual lhe relatou a situação degradante e de miséria que acontecia na cidade. Com o templo reconstruído e o  sistema sacrificial completado a cidade estava vulnerável a ação dos inimigos, pois os muros estavam derrubados e as portas queimadas. Deus tem as pessoas certas nos lugares certos para realizarem missões das mais variadas como Seus instrumentos.
2- Quando exercemos a fé confiante em oração, os montes começam a se mover.

Neemias 1.4 – E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me, e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus. Neemias 2.1 – Sucedeu, pois, no mês de nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinho diante dele, e eu tomei o vinho e o dei ao rei; porém nunca, antes, estivera triste diante dele. Neemias 2.2 – E o rei me disse: Por que está triste o teu rosto, pois não estás doente? Não é isto senão tristeza de coração. Então, temi muito em grande maneira, Neemias 2.3 – e disse ao rei: Viva o rei para sempre! Como não estaria triste o meu rosto, estando a cidade, o lugar dos sepulcros de meus pais, assolada, e tendo sido consumidas as suas portas a fogo?
Neemias se importou com a situação ao ponto de chorar muito com essa notícia. Ele também se importou o suficiente para entrar em oração durante quatro meses, porque dependia de Deus para poder realizar o trabalho de reconstrução dos muros e das portas. Nessa oração ele pediu perdão pelos seus pecados procurando assim se preparar espiritualmente para se envolver nessa missão difícil e muito trabalhosa. Quando estamos a serviço do Reino de Deus e todos devemos estar e nesse sentido a nossa preparação espiritual se faz necessária, pois estamos sempre rodeados pelas oposições malignas.
3- Quando fazemos orações sejam elas longas e curtas elas fazem a diferença.  
Neemias 2.4 – E o rei me disse: Que me pedes agora? Então, orei ao Deus dos céus, Neemias 2.5 – E disse ao rei: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a edifique. Neemias 2.6 – Então, o rei me disse, estando a rainha assentada junto a ele: Quanto durará a tua viagem, e quando voltarás? E aprouve ao rei enviar-me, apontando-lhe eu um certo tempo. Neemias 2.7 – Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, deem-se-me cartas para os governadores dalém do rio, para que me deem passagem até que chegue a Judá;

Neemias esperou pacientemente a direção do Senhor sem se precipitar agindo precipitadamente, pois Deus estava no controle preparando o coração do Rei no sentido de o autorizar a fazer a obra em Jerusalém. Tem o que podemos fazer e tem o que só Deus pode fazer e se tentarmos passar a Sua frente, o fracasso é mais do que certo. Esperar a resposta de Deus em oração é o que todo cristão deve fazer, pois fazendo assim não estamos perdendo tempo e sim ganhando tempo.
4- Quando Deus nos chama para uma missão, Ele vai na frente resolvendo tudo.
Neemias 2.8 – como também uma carta para Asafe, guarda do jardim do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço da casa, e para o muro da cidade, e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei, mas deu, segundo a boa mão de Deus sobre mim. Deus sobre mim. Neemias 2.9 – Então vim aos governadores dalém do rio, e dei-lhes as cartas do rei. E o rei tinha enviado comigo chefes do exército e cavaleiros.

O tempo de espera, para sermos autorizados a iniciar o trabalho que nos é delegado, é o tempo que Deus está preparando as circunstâncias para que os seus propósitos sejam cumpridos com sucesso. Quando atendemos o chamado do Senhor, Ele nos dá todo o respaldo para o nosso trabalho, e autoridade, de modo que não precisamos temer as dificuldades que vier pela frente. O mais importante que devemos fazer é procurar realizar com zelo o trabalho a qual fomos chamados a cumprir. Aprendemos nessa missão dada a Neemias, que não há vitórias sem lutas e sem trabalho. Alcançamos nossas vitórias com o exercício da oração, da fé, da coragem, e do trabalho responsável cumprindo com perseverança e fidelidade os nossos compromissos com Deus.

Deixe um comentário