Lição 10 – O SENHOR JESUS CURA HOJE

Aula em vídeo. Clique no link para acessar >>https://youtu.be/lXOVxa3pzT8

Lição 10 – O Senhor Jesus Cura Hoje | EBD | 1° Trimestre De 2021
Texto Áureo: “É ele que perdoa todas as tuas iniquidades e sara todas as tuas enfermidades.” (Sl 103.3)
Leitura Bíblica em Classe – Isaías 53.4-6; Mateus 8.16,17


Introdução: A questão da cura divina devemos entender e crer, que Deus pode curar qualquer tipo de enfermidade, mas não tem obrigação alguma de fazê-lo, como alguns na sua ignorância pregam dessa maneira. O corpo físico do homem sem exceção é corruptível e se inclui nisso o cristão, que por pensar que é cristão não pode permanecer doente. É preciso entender que o corpo do cristão só será completamente liberto de todo sofrimento causado por enfermidade, ao ser levado para a glória, ou por morte, ou pelo arrebatamento, onde passa a ter um corpo imaterial e incorruptível. Mesmo depois da conversão a Cristo e de haver ganho uma nova natureza o cristão viverá num corpo corruptível, sendo obrigado a conviver com a velha natureza, mas sempre vigiando para que esse convívio não seja amigável.   

  1. TODO HOMEM NASCE COM UMA ENFERMIDADE NA ALMA CHAMADA PECADO.
    Isaías 53.4 – Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

Adão, antes da queda, não havia sido infectado pelo mal moral, que é o pecado, desse modo não havia nele a distorção de desejos, até que a semente do pecado plantou na sua alma os desejos da carne. Se os desejos forem bem controlados, eles podem resultar no que é bom; mas se mal controlados, eles podem resultar no que é mal e isso depende de cada um. Com a queda do homem Adão, de onde se originou a humanidade, todos sem exceção já nascem infectados por esse mal moral que é o pecado. Esse pecado herdado fica na alma do homem onde está o seu intelecto, vontade e emoções. Assim entendemos que o pecado, o qual todo homem tem na sua alma, é o que o leva a toda sorte de desejos, os quais na maioria na própria alimentação com propensões muitas vezes descontroladas, que afetam o seu corpo físico causando doenças na sua diversidade. Porque a palavra condena a gula?, simplesmente porque ela afeta o corpo provocando doenças físicas.  

  1. O PECADO ORIGINAL CORROMPE A NATUREZA HUMANA E NADA EM SI É SÃO.

Isaías 53.5 – Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados.

O pecado original é uma corrupção extremamente profunda da natureza humana que não deixa nada sadio na alma. Como Satanás conquistou o governo da terra derrotando o seu governante que era Adão, passou a ter o direito de dominar tudo neste mundo, incluindo a humanidade. Ele exerceu esse direito até ser derrotado por Cristo na Cruz, lugar onde se consumou o sacrifício perfeito exigido pelo Deus Pai. Satanás por permissão divina ainda ter a liberdade de tentar o homem, mas não mais como governante, pois Cristo lhe tomou a chave da morte e do inferno.  Todo castigo sofrido por Cristo foi pelas nossas transgressões para expiá-las e para pagar o preço do perdão para nós. Os espinhos na sua cabeça, os pregos nas mãos e pés, os açoites que rasgavam as suas costas, a lança no seu lado, foram as consequências dos nossos pecados. Tudo o que Ele passou foi para nos libertar da escravidão do pecado, pois sendo o nosso pecado original expiado pelo seu sangue, ficamos debaixo do poder maior de Deus e Satanás perdeu o poder que tinha sobre nós. Assim deixando de estar sob o poder do Diabo passamos a ter paz em nosso coração, pois todos os males que nos tiravam a paz foram retirados de nós. Desse modo, através da nossa reconciliação com Deus estabeleceu-se uma amizade entre Deus e nós e passamos a ter a paz com Deus que não tínhamos.  

  1. O HOMEM CORROMPIDO ESCOLHEU POR SI SEGUIR SEU PRÓPRIO CAMINHO. 

Isaías 53.6 – Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.

O pecado original que está em todo homem sem Cristo, além de ser algo grave que infecciona a alma, pois é uma doença, também mantém a pessoa no estado de condenação à morte eterna. E, se o pecador não alcançar o perdão que Cristo comprou pagando um alto preço o seu destino é o sofrimento eterno no inferno. O homem sem Deus por causa da sua natureza corruptiva, onde é movido pelas suas concupiscências é impelido a escolher o seu próprio caminho e dessa forma é o Diabo que o dirige. Dessa forma o homem está sujeito a todos os tipos de males que a carne se aventura. Como Cristo pagou o preço fazendo cair sobre Ele as nossas iniquidades, foi-nos dada a oportunidade de nos livrarmos de toda influência diabólica e do pecado que é uma doença, pois Jesus nos curou e libertou desse mal nos tornando verdadeiramente livres.    

  1. A ENFERMIDADE É CONSEQUÊNCIA DO PECADO POR ISSO ANDAM JUNTOS.  

Mateus 8.16 – E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele, com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou todos os que estavam enfermos, Mateus 8.17 – para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças.

Jesus, assim como está descrito nos evangelhos, em todas as suas peregrinações por vários lugares curou multidões, tanto os que vinham a Ele, como os que Ele ia a eles. Todo o seu ministério de curas e milagres era movido pela sua misericórdia e compaixão, mas não era esse o seu maior objetivo, pois tinha algo muito maior que a cura física, ou seja, a cura da alma. As curas físicas que Jesus realizava era a regra principal, mas uma exceção com o objetivo de ser um chamativo no sentido de atrair multidões de todos os cantos em busca de cura. Nesse caso, a regra principal era a cura da alma que Ele realizava pelo poder da palavra, a qual é o único meio de conscientização para um pecador se arrepender e ser curado da maior doença da alma, que é o pecado.
Pastor Adilson Guilhermel